7 de junho de 2016

Semana do Meio Ambiente: a tecnologia a serviço da sustentabilidade

tecnologia-e-meio-ambienteDesde o início da celebração Dia Mundial do Meio Ambiente, em 1972, o conceito de desenvolvimento sustentável vem ganhando força. Após a realização da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, em Estocolmo, Suécia, diversos países começaram a estruturar órgãos ambientais e legislações que tornaram o ato de poluir uma prática ilegal. Essa mudança cultural fomentou discussões sobre a racionalização do uso de energia e a busca por combustíveis mais limpos. No entanto, a crescente demanda por recursos materiais e energéticos torna o desafio do crescimento sustentável cada vez maior.

Nesse cenário, o desenvolvimento tecnológico pode ser um importante aliado para reduzir o impacto das atividades produtivas no meio ambiente. E as sociedades vêm tomando consciência da importância da racionalização dos meios de produção e consumo.

Veja a seguir quatro inovações tecnológicas que trazem benefícios para o meio ambiente.

  1. Tecnologia da Informação

O advento da internet transformou a comunicação e reduziu drasticamente a necessidade de deslocamentos. O uso de aplicativos de geolocalização, por sua vez, vem contribuindo muito para a  redução da emissão de CO2. As atividades agrícolas também foram beneficiadas com a utilização de softwares que ajudam na diminuição do uso de insumos, fertilizantes e pesticidas, além da redução de diversas etapas no processo de plantio. Tudo isso resulta em menos gases lançados na atmosfera.

  1. Energia Solar

O mundo como conhecemos hoje seria impossível sem a energia elétrica. Porém, a geração de energia sempre causou impactos consideráveis ao meio ambiente. Usinas hidrelétricas modificam de forma irreparável as áreas onde são instaladas e as termoelétricas (movidas a combustíveis fósseis) lançam grande quantidade de CO2 na atmosfera. Já a energia solar é abundante e inesgotável. No Brasil, onde temos clima propício para a exploração de energia solar, a previsão é que em alguns anos as placas solares tornem-se algo comum nos domicílios e até que pequenos investidores “vendam” esse tipo de energia.

  1. Biocombustíveis

Outra fonte de energia sustentável é o etanol o qual o Brasil apresenta uma produção significativa. Nosso país tem mais de 400 usinas sucroalcooleiras e o cultivo de cana de açúcar tem crescido muito nos últimos tempos. Além de ser uma fonte renovável de energia, a produção de etanol a partir da cana apresenta uma balanço nulo de produção de CO2. Isso acontece porque durante sua fase de crescimento, a planta sequestra a mesma quantidade de gás emitido durante a fase de fabricação e utilização do combustível.

  1. Tratamento da água

A tecnologia para a purificação de águas residuais vem se desenvolvendo também. Destaca-se a utilização de processos oxidativos avançados no tratamento de esgotos, capaz de promover a degradação de vários poluentes, resultando, assim, em uma água de excelente qualidade.

*Com informações da Revista Galileu

Comece já sua Pós-Graduação em um de nossos 16 cursos na área de Meio Ambiente e Sustentabilidade. Faça sua matrícula durante todo o mês de Junho com o código MA40 e ganhe 40% de desconto.



Conheça nosso aplicativo
Conheça nosso aplicativo no Google Play Conheça nosso aplicativo na App Store

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.


New Call-to-action

Você também pode gostar de:

  • Pedagogo: saiba outros campos de atuação da profissão
  • Ei, você sabe falar em público?
  • Cronograma de estudos: escolha o seu e cumpra todas as tarefas
  • Como dar uma guinada na vida profissional
  • Atitudes positivas influenciam sua vida profissional

  • CATEGORIAS

    Carreira (98)
    Cotidiano (44)
    Cursos (25)
    E-book (1)
    Estudo (34)
    Fala, professor (61)

    Siga o Wpós nas redes sociais

    Copyright © 2018 wPós