Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

300 recrutadores disseram quais habilidades são mais importantes

8 de junho de 2017

Compartilhe esta notícia:

O que é mais importante na hora de escolher um candidato? Pesquisa elaborada pela equipe da plataforma de recrutamento d’hire com 300 profissionais de RH brasileiros mostra que 54,4% dão a mesma importância para as características técnicas e de comportamento na hora de escolher um candidato.

Mas 41,2% deles consideram o comportamento até mais importante do que a técnica. Esta última só vale mais na visão de 4,4% dos recrutadores.

O aspecto comportamental mais valorizado é a inteligência emocional, competência que há um bom tempo é classificada por especialistas como decisiva para o sucesso profissional. Confira as habilidades mais lembradas pelos recrutadores de grandes empresas, que podiam citar mais de uma:

Características % de recrutadores que citaram como mais importantes
Inteligência emocional 75,70%
Gerenciamento de pessoas 65,20%
Resolução de problemas complexos 58,80%
Orientação para cliente 47%
Negociação/Tomada de decisão 42,90%

 

O estudo mostra, no entanto, que, apesar de a atitude de um profissional ser tão importante na avaliação de um recrutador para saber se ele é a pessoa certa para a vaga, a grande maioria (73,3%) não tem ferramenta para medir de forma precisa questões como a aderência cultural entre empresa e potencial contratado.

Fit Cultural

O chamado fit cultural, no jargão de RH, é, segundo outra pesquisa recente, feita pela consultoria LHH, a questão mais desafiadora do processo de recrutamento.

Se o estilo de um profissional nada tem a ver com os valores de uma empresa, é muito difícil que a relação de trabalho engrene em longo prazo. Mas a ansiedade por uma recolocação pode atrapalhar esta reflexão por parte do candidato.

Segundo pesquisa da consultoria Lee Hecht Harrison (LHH) garantir a sinergia cultural é o ponto mais difícil no recrutamento de candidatos. Ao todo foram entrevistados 277 gerentes de recursos humanos responsáveis pela busca ou contratação de talentos, de diversas empresas das Américas do Norte e Latina, além de Ásia-Pacífico.

Em uma escala de 0 a 10, sendo 0 “nem um pouco desafiador” e 10 “muito desafiador, a adequação cultural ficou com o índice mais alto 7,9. Encontrar profissionais competentes aparece em segundo lugar, com 7,5 e a velocidade para recrutar pessoas vem em terceiro com 7,2.

“Os recrutadores acabam demorando mais para tomar as decisões, vão ouvir outras fontes, checar mais referências”, diz Mônica Ramos, diretora regional da LHH. Os processos seletivos estão, sem dúvida, mais sofisticados. “Não é mais o profissional e o gestor da vaga que selecionam, entram os pares, há entrevista para discutir um case”, diz.

Fonte: Exame.com

VEJA TAMBÉM: Aprenda como fazer uma carta de apresentação matadora! 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.