Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Aprenda 3 lições para sua carreira e para sua vida

7 de março de 2016

Compartilhe esta notícia:

 

A Climate Change Concept Image

As experiências que acumulamos em nossas vidas profissionais, com seus altos e baixos, são importantes aprendizados para nossas trajetórias. Se você tivesse a chance de voltar ao passado para dar alguns conselhos a si mesmo, quais seriam? Mesmo que sua carreira esteja indo bem, existem dias que as coisas o fazem se sentir impotente diante de desafios, certo? Por isso, a AVM Faculdades Integradas apresenta a seguir alguns conselhos para fazer que você enfrente esses sentimentos com mais otimismo e coragem.

 

  1.  Não há nada de errado em querer mudar de carreira

A decisão de mudar de área não quer dizer necessariamente que você é imaturo, volúvel, ou que não é grato pela experiência adquirida até agora. Não seja demasiado duro consigo ao perceber que não está mais satisfeito com um cargo, ou mesmo, uma carreira que muitos gostariam de ter. A pior coisa que você pode fazer a si mesmo é se sentir culpado por querer mudar.

Uma carreira plena consiste em amar seu trabalho e sentir-se feliz ao realizá-lo. Esse contentamento não vem com a remuneração ou com o status do seu cargo. Ele vem com a sensação de plenitude e da satisfação de julgar-se valorizado por suas realizações.

Portanto, se você não se sente satisfeito com seu emprego atual, comece a procurar uma colocação que faça das manhãs de segunda-feira momentos aos quais você aguarda ansioso, para realizar o que julga importante em vez de apenas ser mais uma peça no tabuleiro. O mundo precisa do que você tem a oferecer, não importa o que seja. E isso não é melhor do que ir para o trabalho sem inspiração todos os dias?

  1. Amar seu trabalho faz das outras coisas menos importantes

Você já parou para pensar em como seria a vida sem os “luxos” que você “precisa”? Talvez aquele relógio caríssimo, o celular mais moderno do mercado, ou frequentar aquela academia exclusivíssima? Algumas vezes um trabalho estafante pode garantir esses luxos. É aí que você entra na zona de conforto e ignora as grandes oportunidades que cruzam seu caminho, pois, afinal, como você manteria seu ‘estilo de vida’ sem esse trabalho?

Lembre-se que a felicidade real não consiste em bens materiais, pelo contrário. A plenitude está na gratificação não material. Você pode não perceber, mas todos esses luxos são apenas distrações para suportar o trabalho que você não gostaria mais de estar fazendo. Quando você foca em mudar para algo diferente, algo que o satisfaça, como um pequeno negócio pelo qual você tenha verdadeira paixão, ou um cargo cujo trabalho você considere importante, você notará que bens materiais não têm tanta importância frente à auto realização diária. Sua vontade de realizar será mais importante do que comprar bens materiais.

Em resumo: não deixe que bens materiais o mantenham engessado. Você não será feliz assim.

  1. Medo significa que seu objetivo vale a pena

O medo tem o poder de imobilizá-lo frente algo que deseja conquistar. Se você está hesitante em relação a algo que deseja, talvez seja hora de assumir riscos. Seus temores podem parecer intransponíveis, e esse sentimento derrota muitos antes mesmo de tentarem. A boa notícia é que o ‘monstro’ nem sempre é tão poderoso quanto parece.

Tente encarar o medo sob uma perspectiva diferente. Procure ter em mente que se você tem medo de fazer algo, é porque realmente vale a pena e é essa a verdadeira razão pela qual você está assustado. Lembre-se que ter medo faz com que você se sinta vivo. Há dois caminhos a seguir a partir disso: deixar o monstro do medo devorá-lo ou fazer algo para lutar contra ele. Assuma o controle. Planeja uma mudança e tem medo do que ela pode resultar? Honestamente, você só saberá no que vai dar se tentar! Além disso, o medo do fracasso será seu combustível para se esforçar mais e conquistar seus objetivos. E, ao final de cada dia, você notará que o medo estava ali para levar você até o seu limite, para tornar você melhor, para motivar você! Não tenha medo de ter medo, pois isso sempre ocorre diante de mudanças. Então, troque o “e se?”, pelo “por que não?”.

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.