Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Aprenda a organizar melhor seu tempo

13 de fevereiro de 2017

Compartilhe esta notícia:

Uma das características marcantes dos dias atuais é que nosso tempo está cada vez mais escasso. É comum a sensação que o dia já não é mais suficiente para que sejam cumpridas todas as nossas tarefas. E quando enfrentamos uma jornada diária dupla, com trabalho e estudos, o problema tende a se agravar.

Para ajudar você a aproveitar melhor seus dias, trazemos hoje 8 dicas de gerenciamento de tempo publicadas no site AcademicTips.org. Quer saber como tirar máximo proveito de suas horas? Confira as dicas abaixo:

  1. Faça um levantamento de seu tempo pessoal:

Para começar a gerenciar seu tempo, você precisa antes ter mais clareza sobre como você o usa. O levantamento de seu tempo vai ajudar a estimar quanto tempo você usa para realizar tarefas específicas do seu cotidiano. Para ter uma estimativa mais precisa, é necessário verificar todas as atividades da sua semana. Isto ajudará a ter uma ideia melhor de quanto tempo você precisa em cada uma delas, bem como a identificar o que é perda de tempo. Use o método a seguir para mensurar o tempo usado em diversas atividades. Uma vez que você consegue contabilizar o tempo gasto em cada atividade, multiplique por sete para ter o tempo dedicado a ela durante a semana. Feitos os cálculos, some todos os resultados em um número total da semana. Subtraia então de 168 (que é a soma total de horas de uma semana).

Vamos lá:

  1. Horas de sono por noite  ______ x 7 = ______
  2. Horas para cuidados pessoais ______ x 7 = ______
  3. Horas para alimentação (inclui tempo de preparação) ______ x 7 = ______
  4. Horas para deslocamentos durante a semana ______ x 5 = ______
  5. Horas para deslocamentos durante os fins de semana ______
  6. Horas para atividades regulares durante a semana (cursos, atividade física, igreja etc.) ______
  7. Horas para tarefas cotidianas (lavar louça, roupa, arrumar a casa, ir ao mercado etc.) por semana ______
  8. Horas de trabalho por semana ­­­­­­­______
  9. Horas de aula por semana ______
  10. Média de horas para vida social (happy-hours, lazer, festas etc.) ______

Agora some os números totais ______

Subtraia o resultado de 168:

168 – ______ = ______

O resultado acima representa as horas livres que você tem para estudar.

  1. Fórmula da hora de estudo:

Para determinar quantas horas você precisa estudar por semana para obter boas notas, use a seguinte regra: Revise e aprofunde seus conhecimentos por duas horas para cada hora de leitura de um novo conteúdo que você considera fácil. Faça o mesmo por três horas para cada hora de leitura de um conteúdo que você considera médio e, finalmente, quatro horas de revisão e aprofundamento para cada conteúdo que você considera difícil. No caso dos conteúdos com os quais você tem mais dificuldade, caso precise de mais horas, tire algumas horas de estudo que seriam dedicadas a conteúdos mais fáceis.

  • Horas de leitura de disciplinas fáceis ______ x 2 = _______ horas de revisão e aprofundamento.
  • Horas de leitura de disciplinas médias______ x 2 = _______ horas de revisão e aprofundamento.
  • Horas de leitura de disciplinas difíceis_______ x 2 = _______ horas de leitura e aprofundamento.
  • Total: _______

Agora compare o resultado obtido com o número de horas que você tem para estudar (de acordo com o resultado obtido no levantamento de seu tempo pessoal). É muito comum que estudantes fiquem preocupados ao chegar a esse resultado, pois pode ser que o número de horas disponíveis para estudar seja bem inferior ao tempo necessário para cobrir todas as disciplinas. Mas lembre-se que esse é só um planejamento geral e a qualidade do estudo importa mais do que a quantidade de tempo. Você deve tentar por uma semana para fazer os ajustes necessários à sua agenda. A boa notícia é que existem cursos cíclicos e assíncronos em que o aluno cursa uma disciplina por vez, o que permite maior aproveitamento em menos tempo.

  1. Cronogramas diários:

Existe uma grande variedade de cronogramas que podem se ajustar à sua personalidade. Você pode usar uma agenda, um mural na parede, ou mesmo, cartões. Uma vez decidido o modelo de organização o próximo passo é a implementação. Em um cronograma é recomendável que haja espaços para anotações a cada hora e a cada meia hora. Primeiro enumere todas as suas necessidades: aulas, trabalho, refeições etc. Agora concentre-se na hora do estudo (veja a fórmula da hora do estudo acima). Tente programar a sua hora do estudo para um momento em que você tem mais energia. Além disso, o melhor momento para revisar e aprofundar a última lição é logo após terminar de lê-la. Lembre-se de fazer intervalos para descansar por 10 minutos a cada hora de estudo. Outra dica importante é que agora que você já quantificou o tempo gasto para cada atividade, dê uma boa olhada na sua rotina. Reflita sobre o que é mais importante para você. Você tem tempo suficiente? A maior probabilidade é que não tenha. Veja a seguir como programar e avaliar seu tempo quando parece que ele não é suficiente.

  1. Não seja perfeccionista:

Tentar ser perfeito em tudo vai fazer você se frustrar, ou mesmo, evitar e procrastinar as tarefas mais difíceis. Você precisa ajustar seus objetivos e eles precisam ser desafiadores. Sempre haverá pessoas com maior ou menor desempenho que você em qualquer atividade.

  1. Aprenda a dizer “não”:

São comuns as pessoas que se sufocam de atividades por serem incapazes de dizer “Não”. Tenha em mente que atender a pedidos ou convites pode atrapalhar (e muito) o seu planejamento. Por isso, saiba declinar em nome de um bem maior.

  1. Aprenda a priorizar:

Priorizar suas responsabilidades e o que requer maior comprometimento é muito importante. Algumas pessoas não sabem como priorizar e acabam se tornando procrastinadores.  Mantenha uma lista de tarefas onde suas atividades são posicionadas de acordo com o nível de importância. Um bom método é criar uma lista dividida em três sessões; “A”, “B” e “C”.

  • Os itens listados na sessão “A” são os que precisam ser concluídos HOJE.
  • Os itens da sessão “B” devem ser concluídos na NESTA SEMANA.
  • E, finalmente, os itens da sessão “C” devem ser finalizados NESTE MÊS.

À medida que os itens das sessões “B” e “C” vão se tornando mais urgentes, eles podem subir de sessão (para as sessões “A” e “B” respectivamente).

  1. Combine suas atividades:

Outra sugestão e reunir todas as suas atividades em um único lugar, para ter uma visão macro de todo o projeto.

Conclusão:

Quando o ato de programar seu dia, semana, mês e ano se tornar um hábito, você certamente perceberá melhoras no seu desempenho e na sua qualidade de vida. , então, mãos à obra!

VEJA TAMBÉM: 9 habilidades desenvolvidas em um curso de graduação a distância

 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.