Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Artigo: Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje

29 de março de 2017

Compartilhe esta notícia:

 

Por: Sofia Esteves, fundadora e presidente do conselho do Grupo DMRH

Fonte: EXAME.COM

Certamente você já ouviu essa frase que eu escolhi a dedo para ser o título desse texto. Arrisco a dizer, inclusive, que essa frase foi ouvida por diversas vezes, em diferentes situações e dita pelas pessoas mais variadas de seu círculo. Por mais clichê que ela possa parecer, esse é um sábio conselho.

Deixar para outro dia ou para depois algo que precisa ser feito nada mais é do que procrastinar, outra palavrinha que também é muito dita – e ouvida – por aí. A procrastinação é algo corriqueiro no dia a dia das pessoas, embora não devesse. Normalmente, o que leva as pessoas a adiarem a conclusão de tarefas são: não ver valor nelas, ser impulsivo e resolver questões que surgem de última hora em vez de fazer o planejado, ser perfeccionista, achar que a tarefa é mais difícil do que realmente é e ter medo de errar.

Além desses fatores, recentemente, um estudo publicado pela Universidade de Estocolmo, na Suécia, sugeriu que pessoas que acreditam trabalhar melhor sob pressão desperdiçam seu tempo para só focar no trabalho quando o prazo de entrega de uma tarefa está próximo de acabar. O prazer pela urgência torna difícil, segundo o estudo, eliminar a procrastinação da vida dessas pessoas. Para resolver isso, a solução seria “reprogramar” o cérebro, para que o estresse causado por um prazo apertado não seja mais prazeroso.

Fugir desse ciclo vicioso de adiar tarefas não é fácil, mas é preciso. Lembre-se sempre que ações geram reações – e a falta de ação também! Portanto, faça um exercício mental e imagine o que pode acontecer, tanto no curto prazo quanto no longo, em sua vida profissional se você continuar adiando o que deve ser feito. Sabe aquela tão sonhada promoção? Pois é, ela pode não sair no tempo desejado se você continuar a procrastinar e gerir de forma errada o seu tempo.

O remédio para acabar com a procrastinação é focar. Encarar cada atividade sem distrações. Ao fazê-lo, você perceberá que são bem menos complexas do que parecem.

Outro ponto muito importante e que ajuda no combate à procrastinação é uma boa administração de tempo. Saiba que tudo tem a sua hora, ou seja, determine períodos do dia para atender às solicitações da chefia, da equipe e de outras áreas da empresa. Faça o mesmo para responder a e-mails e mensagens no celular e redes sociais. Não deixe a caixa de e-mails aberta 100% do tempo e desligue alertas de mensagem. Também vale tentar negociar a entrega de demandas de última hora.

Um bom planejamento ajuda também a evitar que os imprevistos impeçam que realize as tarefas do dia. Portanto, destine 2 horas por dia para lidar com as surpresas. Se nada acontecer, ótimo. Você terá um tempinho para se atualizar, conferir aquele estudo, tendência ou apenas se distrair.

Se você seguir à risca estas orientações, sem medo de falhar, e com o propósito claro de acabar de vez com a procrastinação, tenho certeza de que seus dias serão mais produtivos. Experimente!

VEJA TAMBÉM: 6 dicas para conciliar trabalho e estudo para o vestibular 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.