Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Chegou a hora de mudar de emprego?

24 de setembro de 2015

Compartilhe esta notícia:

corretor-profissionalizante-5-cursos-cptNão está satisfeito com o seu atual trabalho ou com os rumos que a sua carreira está tomando? Talvez seja a hora de pensar em buscar novas oportunidades.

Decidir qual é a hora certa de sair do atual emprego não é uma tarefa simples, exige que o profissional avalie com cautela as causas que o estão motivando, bem como os benefícios que a troca trará para sua vida profissional. Uma decisão errada pode prejudicar a carreira. No entanto, trabalhar em um emprego que não traz mais satisfação, esperando a hora certa de desistir pode ser ainda pior.

A AVM Faculdade Integrada fez uma lista com os itens que você não pode deixar de analisar na hora de pedir demissão e aceitar um novo emprego, confira!

 

  • Qual a real motivação?

Coloque na ponta do lápis todas as causas que o motivam a deixar o atual emprego. Seja o desejo por desafios maiores, aumentar o salário, insatisfações com as funções atuais desempenhadas, tudo.  As razões nem sempre tem a ver com salário ou chefia, por não se fazerem a pergunta ‘’Por qual motivo eu realmente quero deixar esse emprego?’’ Muitos profissionais acabam saindo e se arrependendo depois. Não porque a empresa escolhida é ruim, mas porque a insatisfação muitas vezes era com a própria pessoa.  Talvez você só esteja passando por um período de estresse e precise de um pouco de descanso. Que tal tirar férias? Se você está cansado das atividades desenvolvidas na função e se sente desmotivado, tente conversar com seu chefe para averiguar se existem outras possibilidades na empresa onde você já está empregado. Não é recomendável pedir demissão sem verificar as alternativas dentro da própria organização.

 

  • Perspectivas de crescimento

É fundamental obter informações sobre a cultura e a política de planos de carreira de ambas as empresas: a atual e a pretendida. Para isso você precisa saber claramente quais são os seus objetivos, e analisar se eles de alguma forma se encaixam nas possibilidades das empresas.  Uma boa oferta de trabalho é aquela que pode abrir um novo leque de possibilidades para o profissional. Será que essa nova proposta irá permitir que você adquira conhecimento e se desenvolva profissionalmente?  Ou até mesmo conquistar cargos mais altos?

 

  • A estabilidade

A estabilidade da empresa na qual você pretende atuar também deve ser levada em consideração. Imagine começar no seu novo trabalho e 3 meses depois ser demitido por falta de estrutura financeira da empresa? Faça pesquisas para estar seguro no momento da sua decisão.

 

  • Salário

Muitos profissionais avaliam apenas esse item e acabando se esquecendo de colocar os outros na balança, toda escolha acarreta em perdas e danos, por isso pense no resultado da mudança em curto, médio e longo prazo. Não pense apenas nos ganhos financeiros. Entretanto, ele também é um fator importante para tomar a sua decisão. Não se esqueça de contar os benefícios que você irá ter direito. Veja se esses eles são suficientes para você viver confortavelmente.

 

  • Desafio

Além do salário mais atrativo, é bom se certificar de que a empresa nova oferece os desafios profissionais que você está buscando. Do contrário, há a possibilidade de você se sentir desmotivado na atual função e acabar estagnado, mesmo tendo feito uma nova mudança recente.

 

  • O ambiente de trabalho

Tente ter algum contato para conhecer seus futuros colegas e saber como é o clima organizacional. Encarar um ambiente de trabalho ruim é prejudicial tanto para a sua carreira como para a sua saúde.

 

  • Qualidade de Vida

Lembre-se que na maioria das empresas o salário que possa parecer ideal, é proporcional ao cargo e a quantidade de tarefas, por isso avalie o quanto você está disposto a sacrificar. A sua vida não pode se resumir apenas ao trabalho. Embora ocupe boa parte do seu tempo, ele não deve pautar a sua existência. De nada adianta ter um novo trabalho que ofereça uma boa remuneração, se ele não permite que você pratique uma atividade física, tenha os finais de semana livre para curtir com a família, ou apenas descansar lendo um livro ou vendo um filme no cinema.

 

Decisões acertadas       

Uma mudança de emprego, por mais atrativa que seja, deve ser bem avaliada e preencher as expectativas do profissional em vários aspectos. Do contrário, fica apenas a frustração. Quando avaliamos todos os aspectos de qualquer processo de mudança temos uma oportunidade de visualizarmos com mais clareza os caminhos que virão pela frente.

Se aventurar em uma nova rotina pode parecer assustador no começo, mas com certeza se você analisar com cautela para tomar a decisão certa, verá o quão recompensador pode se tornar a sua jornada profissional. Continue se aperfeiçoando sempre, liste as habilidades que você deseja desenvolver e invista em cursos.

Hoje, na internet podemos encontrar várias opções de cursos gratuitos. E ainda muitas empresas oferecem ajuda de custo para os funcionários que desejam melhorar o seu desempenho no trabalho, investindo em conhecimento. Analise suas possibilidades e alcance seus objetivos profissionais. Boa Sorte!

Veja também: 4 maneiras simples de se manter motivado no trabalho

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.