Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Como incluir da forma certa suas qualificações no currículo

3 de novembro de 2017

Compartilhe esta notícia:

Então você está investindo em sua qualificação por meio de uma Pós-Graduação online. Você aprendeu muito e tem até usado suas novas habilidades no trabalho ou para desenvolver um projeto paralelo. Ótimo!

Mas se você está planejando um salto na  carreira – e isso passa em algum momento por participar de processos seletivos – é bom saber como divulgar melhor sua qualificação da melhor forma no currículo. Os cursos de Pós-Graduação online ainda são relativamente novos e alguns recrutadores menos atualizados podem ser céticos. Então, como fazer brilhar os olhos deles diante de seu currículo? Veja a seguir:

  1. Coloque-os no lugar adequado

Em geral, os gerentes de contratação e os recrutadores concordam que os cursos on-line são boas pistas de que você pode fazer o trabalho. Em geral, os cursos online ajudam a tornar os perfis candidatos mais fortes, especialmente os candidatos juniores que não têm tanta experiência. Basta manter reuni-los na área destina à “experiência acadêmica” ou “treinamento profissional”.

  1. Atenção à relevância

Parabéns por ser um aluno ao longo da vida, mas com toda a honestidade, ninguém se importa que você tenha estudado Arte Grega Antiga quando estiver trabalhando no departamento de vendas. Você não listaria todos os cursos de sua transcrição da faculdade, então por que fazê-lo com sua aprendizagem online? Em vez disso, inclua apenas os cursos que são relevantes para o trabalho que você espera fazer. Uma boa ideia é editar a lista de cursos em seu currículo dependendo do trabalho para o qual você está se candidatando. Trata-se de posicionar essas certificações como relevantes para um papel particular e delineando como essas experiências agregam valor”.

  1. Mencione o curso que está fazendo

Alguns profissionais não costumam colocar no currículo cursos que estão fazendo, pois julgam que ele só terá validade após a conclusão e certificação. Estão certos quanto ao fato de que só uma após o certificado, o profissional estará apto a desenvolver determinadas atividades. O erro, no entanto, é pensar uma Pós-Graduação ainda em curso não tem valor para os recrutadores. Talvez esse seja um aspecto decisivo para a sua contratação, pois indica que o profissional já está em contato com o conhecimento e que em breve estará certificado. Portanto, sim, vale a pena falar sobre o que você está estudando em seu currículo!

  1. Suas habilidades em primeiro!

Os recrutadores querem saber se você tem as habilidades que a empresa está procurando. Uma seção de “experiência” dá aos gerentes uma boa ideia de quanta experiência você tem, mas se você tiver uma seção de habilidades no topo do currículo. A ideia é trazer à atenção deles algumas habilidades.

  1. Torne interessantes sua experiência e suas habilidades

De pouco adianta enumerar coisas que todo mundo na sua área já fez. O que impressiona um potencial empregador é a experiência que tem algo único, mostrando que você fez mais do que apenas o “café com leite”. Se você trabalhou sob restrições únicas ou em ambientes com altos níveis de transações ou tolerância zero para falha, isso parece muito bom para a pessoa que lê o currículo. Então, mostre como sua experiência é diferente e dê ao recrutador a chance de perceber os seus diferenciais.

VEJA TAMBÉM: 6 dicas práticas para descrever seu perfil profissional

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.