Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Confira erros de português que podem prejudicar sua colocação no mercado

21 de junho de 2016

Compartilhe esta notícia:

51d885b4a202faf7c0a1b2c6b09a6e1bÉ comum em processos seletivos o questionamento sobre quantos idiomas o candidato fala. O domínio do inglês e do espanhol é desejável para boa parte dos cargos, sobretudo em empresas multinacionais.  No entanto, antes de sair em busca de um curso intensivo de idiomas é mais importante certificar-se de que você tem pleno domínio do idioma mais importante para vagas em empresas no Brasil: a língua portuguesa.

De acordo com recrutadores, a falta de proficiência no nosso idioma é a principal razão de eliminação de candidatos em processos seletivos. Afinal, os colaboradores representam uma instituição e, portanto, espera-se deles uma  capacidade razoável de comunicação. O português é um idioma complexo e a norma culta é bastante diferente da linguagem oral, que é mais coloquial. E a falta de domínio da língua portuguesa pode comprometer a imagem profissional, colocando em dúvida a qualidade do seu  trabalho. É na hora de redigir os textos – desde um formulário técnico a um e-mail – que os profissionais deixam transparecer suas maiores dificuldades.

Erros na comunicação oral no momento da entrevista também podem sepultar suas chances de conquistar a vaga pretendida. É nesse momento que as chances de impressionar o selecionador podem ser desperdiçadas, pois a insegurança por não saber se está falando corretamente, empregando os verbos no tempo certo e respeitando concordâncias pode desestabilizar o candidato. E isso pode ser visto como falta de capacidade.

Veja a seguir algumas dicas para evitar problemas durante a entrevista:

  • Dê preferência a frases curtas.
  • Use a ordem direta (sujeito + verbo + complemento verbal).
  • Preste atenção no ritmo do texto e nas regras gramaticais.

Em relação aos e-mails, cartas de apresentação e currículos, os erros mais comuns são:

  • Mensagens prolixas.
  • Introduções em desuso como: “Venho por meio deste”, “Visa a presente informar”, “Venho através deste informar”.
  • Conexões defeituosas.
  • Erros gramaticais (crase, pontuação e concordância).
  • Descuido com a aparência do texto (uso de abreviaturas como vc, q, tbm, qndo, pq, entre outras).

Outros erros muito comuns:

  • “Fazem” cinco anos. Fazer, quando exprime tempo, é impessoal: faz cinco anos / fazia dois séculos / fez 15 dias.
  • “Houveram” muitos acidentes. Haver, como existir, também é invariável: houve muitos acidentes / havia muitas pessoas / deve haver muitos casos iguais.
  • Para “mim” fazer. Mim não faz, porque não pode ser sujeito. Assim: para eu fazer, para eu dizer, para eu trazer.
  • Entre “eu” e você. Depois de preposição, usa-se mim ou ti: entre mim e você / entre eles e ti.
  • “Há” dez anos “atrás”. Há e atrás indicam passado na frase. Use apenas há dez anos ou dez anos atrás.
  • “Porque” você foi? Sempre que estiver clara ou implícita a palavra razão, use por que separado: por que (razão) você foi? / não sei por que (razão) ele faltou / explique por que razão você se atrasou. Porque é usado nas respostas: ele se atrasou porque o trânsito estava congestionado.
  • Não há regra sem “excessão”. O certo é exceção.

 

Veja outras grafias erradas e, entre parênteses, a forma correta:

 

  • “paralizar” (paralisar), “beneficiente” (beneficente), “xuxu” (chuchu), “previlégio” (privilégio), “vultuoso” (vultoso), “cincoenta” (cinqüenta), “zuar” (zoar), “frustado” (frustrado), “calcáreo” (calcário), “advinhar” (adivinhar), “benvindo” (bem-vindo), “ascenção” (ascensão), “pixar” (pichar), “impecilho” (empecilho), “envólucro” (invólucro).
  • Nunca “lhe” vi. O pronome lhe substitui a ele, a eles, a você e a vocês e por isso não pode ser usado com objeto direto: nunca o vi / não o convidei / a mulher o deixou / ela o ama.
  • Ela era “meia” louca. Meio, advérbio, não varia: meio louca, meio esperta, meio amiga.

Se você deseja aprofundar ainda mais o seu conhecimento em Língua Portuguesa, conheça os cursos de Pós-Graduação a Distância em Língua Portuguesa da Faculdade Unyleya. Aproveite as condições especiais do Mês da Língua Portuguesa. As matrículas feitas, até o dia 30 de junho, com o código PORT20 têm 20% de desconto. Confira a nossa lista de cursos!

 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.