Crimes digitais: como se especializar na área
Fale com um consultor

Crimes digitais: como se especializar na área

28 de maio de 2018

Compartilhe esta notícia:

Considerada como a profissão do futuro, desvendar crimes digitais é uma área com forte expansão para quem atua na área de tecnologia da informação, ou para quem deseja trabalhar nessa profissão.

Informações que antes levavam horas e, até mesmo vários dias, para que se chegasse ao receptor da mensagem, hoje, essa realidade não é a mesma.  Isso deve-se ao avanço e o uso das novas tecnologias que simplificam e muito a nossa vida.

Já parou para pensar na enxurrada de informações que somos bombardeados diariamente e a proporção que elas ganham? Bom, nesse sentido, o acesso às novas tecnologias deve ser vista também com olhos bem abertos, já que ela traz consigo oportunidades para aqueles que a usam como meio para praticar crimes virtuais.

Você deve está se perguntado o que o profissional deve fazer para atuar em crimes digitais e, quais os tipos de condutas são consideradas crimes, certo? Bom, para responder a essas perguntas, acompanhe o artigo de hoje e veja como isso é possível. Confira!

 

Mas, afinal o que são crimes virtuais?

Algumas armadilhas são tão perfeitas e facilmente confundidas com os originais que devemos estar atentos à algumas que são muito usadas para captar dados dos usuários.

São inúmeras formas dos cibercriminoso agirem, mas, a mais comum é a criação de páginas falsas na internet com muita semelhança aos originais, colocando em dúvida a credibilidade do site de origem.  Nesse caso, eles fazem o usuário navegar pelo site e realizar ações com o intuito de colher a maior quantidade de informações possíveis, desde dados pessoais a senha de bancos.

 

Dados furtados

Outra forma de praticar crimes é por meio de envio de formulários, links, arquivos zipados via e-mail convidando o usuário a cair na armadilha. Já aqui, eles usam um tom mais ameaçador e agressivo, dando a ideia de que se o usuário não fizer pode ter algumas perdas, digamos assim!

 

Compras falsas

Esse modelo de fralde é ainda mais fácil de capturar dados, já que há muitos sites de lojas online espalhados nesse mundo virtual. Geralmente, acontece quando a pessoa realiza uma compra em um site fantasma.

 

Crimes contra a honra

Com o uso das redes sociais, esse tipo de conduta é muito frequente, já que ela ajuda a propagar a informação de forma mais rápida e atinge um volume grande de usuários. Os crimes de calúnia, injúria e difamação ocorrem em um ambiente virtual, contudo, são passiveis de sanções como pagamento de multas e, dependendo, o criminoso pode até ser detido.

Esses são apenas os exemplos mais frequentes, no entanto, existem muitas outras formas dos criminosos agirem.  Para os profissionais que desejam atuar na prevenção e na investigação nesses tipos de crimes, deverão se especializar na área, até porque, somente um profissional certificado será apto a trabalhar nesse segmento.

 

Pós-Graduação para atuar na área

Para ser um especialista na área de crimes virtuais, o profissional deve procurar instituições que ofereçam curso de Pós-Graduação como foco na investigação e atividade forense aplicada à tecnologia.

A Faculdade Unyleya, por meio do seu programa de Pós-Graduação, o wPós, disponibiliza alguns cursos que segmentam o setor. Destacamos os dois mais procurados para atender à essa demanda.  Veja:

Cybercrime e Cybersecurity: Prevenção e Investigação de Crimes Digitais

O curso de Cybercrime e Cybersecurity: Prevenção e Investigação de Crimes Digitais visa capacitar profissionais graduados em diferentes áreas a atuarem como especialistas e consultores em crimes cibernéticos (Cybercrime) e segurança na informática (Cybersecurity).

Abrange também profissionais de Segurança Pública, incluindo policiais, bombeiros, agentes de Trânsito, com formação de nível superior, bem como outros profissionais. Inclusive, os oriundos da área de informática e acadêmica que trabalham ou que pretendam trabalhar na área de crimes cibernéticos.

O aluno, além de tempo para cumprir as atividades no calendário acadêmico, deve ter ciência das disciplinas que irá ver durante o andamento do curso. Como:

  • Análise de Ameaças, Riscos e Vulnerabilidades
  • Análise de Dados em Segurança
  • Crimes Cibernéticos e Inteligência
  • Cybercrime
  • Cybersecurity
  • Inteligência Policial
  • Investigação Criminal
  • Legislação Aplicada e Perícia Digital
  • Metodologia da Pesquisa e da Produção Científica

 

Perícia Forense Aplicada à Informática

O objetivo da Pós-Graduação em Perícia Forense Aplicada à Informática é formar profissionais com competências para gerir as atividades relacionadas, possibilitando uma visão global de sua gestão e formação de agentes multiplicadores da educação.

O curso disponibilizará as seguintes disciplinas:

  • Auditoria de Sistemas e Segurança de Software
  • Direito Eletrônico e Perícia Forense
  • Gerenciamento Estratégico de Sistema de Informação
  • Gestão de Redes e Ligação Inter-Redes
  • Metodologia da Pesquisa Científica e da Produção Científica
  • Segurança da Informação e Comércio Eletrônico
  • Segurança Eletrônica e Algoritmos Criptográficos

 

Então, gostou do nosso post de hoje? Essa é uma área que você se interessa ou deseja atuar? Assine nossa newsletter e esteja por dentro de todas notícias aqui do blog. Mas, se você deseja fazer sua inscrição em um dos cursos, clique aqui e fale com um dos consultores educacionais.

 

 

 

 

 

 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.

New Call-to-action

Nosso App

Siga o Wpós nas redes sociais