Fale com um consultor

Descubra a parte boa e ruim de ser seu próprio chefe

22 de janeiro de 2016

 

Começar o próprio negócio é o sonho de grande parte dos brasileiros, mas tão importante quanto decidir em que ramo empreender, é saber se você tem o perfil adequado para assumir tamanha responsabilidade. Afinal, você se tornará o seu próprio chefe.

Pensando nisso, separamos alguns prós e contras para te ajudar na decisão final de se tornar um empreendedor, confira!

Você faz o seu próprio horário

Pró: Ninguém sabe melhor do que você mesmo os horários em que é mais produtivo, não é mesmo? Com um pouco de autoconhecimento você encontra os melhores horários para trabalhar e descansar.

Contra: Se você não possuir disciplina, acabará confundindo o fato de ser o próprio chefe com o de não ter obrigações a cumprir. E isso pode ser muito ruim para o seu empreendimento, afinal, ninguém gosta de fazer negócio com pessoas irresponsáveis ou que atrasam tarefas. Cuidar de um empreendimento próprio, em geral, exige mais dedicação que um emprego das 9h às 18h. Pelo menos nos primeiros anos.

 

Autonomia

Pró: No comando da própria empresa, o profissional possui muito mais liberdade para tomar as decisões que considera mais acertadas. Não dependendo de muita burocracia, ou de terceiros, como é no caso de grandes companhias.

Contra: O despreparo para lidar com assuntos relacionados à administração geral da empresa como finanças e gestão podem acabar levando o empreendedor a cometer erros graves. Por isso, é preciso investir em preparo e planejamento antes de pensar em abrir um negócio.

 

Segurança

Pró: Você não corre o risco de ser demitido. A menos que venda o empreendimento ou declare falência. Do contrário, enquanto a empresa for lucrativa, seus ganhos estarão garantidos.

Contra: Não ter um superior por perto, pode fazer com que você não reconheça os próprios erros e se acomode em uma única linha de pensamento. O que é prejudicial para qualquer negócio.

 

Retorno financeiro

Pró: Se o negócio realmente der certo, você poderá ganhar muito dinheiro. O fruto do seu trabalho irá diretamente para o seu bolso –Claro, descontando impostos, salários e custos para manter a empresa funcionando. Você também não irá mais precisar depender de aumentos, promoções, bônus e comissões para escalar seus ganhos.

Contra: Você não terá um salário fixo, e inicialmente poderá abrir mão de benefícios como plano de saúde, décimo terceiro salário e férias. Tudo isso exigirá do profissional um excelente planejamento de finanças pessoais, e reservas suficientes para se manter durante o período de maturação do negócio.

 

Satisfação

Pró: Se o profissional investir em uma área que gosta, ele tem mais chances de ser bem sucedido e realizado profissionalmente com o empreendimento. Quem possui paixão pelo que faz, se dedica mais e consequentemente colhe os melhores frutos posteriormente.

Contra: Nem sempre transformar um hobby em negócio é garantia total de sucesso. Por exemplo: Você pode amar ir a festas, mas será que se sairia bem como um empresário e administrador de casa noturna? Nesse caso, é preciso tomar cuidado com as idealizações para não acabar se frustrando.

 

Desafios diários

Pró: Abrir o próprio negócio é arriscado, e você como empreendedor não pode se assustar com os desafios. Pelo contrário, o desafio deverá ser a sua motivação diária para acordar e ir trabalhar, afinal, boa parte do seu sucesso no empreendimento dependerá apenas de você e da forma como irá encarar as situações do cotidiano.

Contra: Se você não tem facilidade para lidar com situações instáveis, pressão ou foge das decisões difíceis é bom repensar se você quer mesmo abrir o negócio. Essas situações ocorrem com frequência no dia-a-dia de um empreendedor. É bom estar preparado!

 

Leia mais: Os 4 passos para ser um empreendedor de sucesso

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.

New Call-to-action

Nossos App

Siga o Wpós nas redes sociais