Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Desempregado ou infeliz no trabalho? Procure este tipo de vaga

20 de outubro de 2017

Compartilhe esta notícia:

Entramos, oficialmente, na segunda quinzena de outubro. Num piscar de olhos, o final do ano terá chegado. Essa é a época em que o comércio e a indústria mais costumam contratar temporários. Empresas também contratam profissionais como consultores ou para desenvolver projetos específicos, durante esse período.

Se você está em busca de recolocação, é bom ficar de olhos abertos para essas oportunidades, pois elas podem resultar em algo efetivo lá na frente. Também são uma ótima chance para quem tem pouca experiência ou ainda para aqueles que estão em transição e a busca por um novo trabalho está mais lenta do que gostariam.

O trabalho temporário também traz benefícios que vão além do reingresso no mercado. Nessas oportunidades, é possível desenvolver competências que são bem vistas em qualquer posição profissional, como trabalho em equipe, flexibilidade, foco em resultados, multifuncionalidade e empatia com diferentes públicos.

Outro ponto muito valioso é que as vagas temporárias podem ser uma porta de entrada para outras áreas: após o período determinado para o contrato, muitas empresas efetivam alguns desses funcionários – mesmo que isso não seja dito antes.

Sabemos que o desemprego ainda está elevado no país, portanto, as vagas estarão mais disputadas. Sendo assim, seguem três sugestões para que você possa aumentar suas chances de contratação:

  1. Como em qualquer outra seleção, é importante pesquisar sobre a empresa.
  2. Tenha na ponta da língua as suas competências e os pontos fortes que podem agregar valor àquela empresa, mesmo que não seja sua área de atuação ou que não tenha experiência anterior.
  3. Mostre que tem vontade de trabalhar e que está disposto a se esforçar para superar as expectativas.

Embora o trabalho temporário seja uma ótima oportunidade, é provável que ele não seja indicado para três situações:

  1. Quando o profissional ficou desempregado há pouco tempo e ainda está na fase inicial de sua busca por uma nova oportunidade.
  2. Se a vaga será encarada pelo profissional como um fardo e não como uma oportunidade temporária.
  3. Existe objetivo de continuar buscando outra oportunidade “mais adequada”, durante o período do contrato.

Antes de se candidatar a uma vaga temporária, pense sobre as questões e avalie se quer ir adiante. Caso esteja determinado a concorrer a um cargo temporário, então, fica um último alerta: ao assumir um trabalho temporário execute-o com responsabilidade, ou seja, cumpra seus combinados até o final.

Fonte: Exame.com

VEJA TAMBÉM: Qual o melhor tipo de carreira para você?

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.