Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Dia do Estudante: o que mudou na educação superior do Brasil desde a criação dos primeiros cursos

11 de agosto de 2017

Compartilhe esta notícia:

O Dia do Estudante é comemorado em 11 de agosto no Brasil por um motivo bem especial. Foi nessa data em 1827 que foram criados os dois primeiros cursos de nível superior no país, por decreto de D. Pedro I: Ciências Sociais e Ciências Jurídicas – pelo mesmo motivo, hoje também é comemorado o Dia do Advogado –. Até a criação desses cursos, para cursar o ensino superior, era preciso ir até a Europa, possibilidade apenas para os estudantes de famílias mais abastadas. Cem anos mais tarde, a data foi instituída em comemoração ao centenário dos cursos.

Atualmente, o Brasil tem 2,3 mil instituições que oferecem mais de 32 mil cursos de graduação. O Brasil registrou 7.305.977 milhões de estudantes matriculados em instituições de ensino superior, segundo o último Censo da Educação Superior, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O mesmo estudo aponta que a Educação a Distância – EAD teve crescimento bem superior aos cursos presenciais. O número de matrículas em cursos de graduação presenciais cresceu 5,4% entre 2013 e 2014. No mesmo período a modalidade a distância teve um aumento de 16,3% atingindo 1,34 milhão de estudantes.

Para comemorar a data e a contundente evolução do ensino no Brasil desde a criação dos primeiros cursos superiores, trazemos hoje um pequeno guia de como tirar o melhor proveito das vantagens da EAD. Vem com a gente!

  1. Monte um cronograma.

A primeira coisa a ser feita é elaborar um cronograma com as datas e as disciplinas. Uma boa ideia é fazer uma tabela com as matérias a serem estudadas a cada dia. É muito importante ter disciplina para seguir esse cronograma e respeitar as datas, horários e disciplinas.

  1. Evite distrações.

Nada mais contraproducente do que se deixar distrair por redes sociais, jogos, bate-papos etc. Tudo isso atrapalha (e muito) a sua concentração fazendo com que você não aproveite ao máximo seu tempo de estudo.

  1. Carga horária.

Não adianta tentar assumir mais disciplinas do que você sera capaz de cursar de forma plena. Dedique-se totalmente às matérias do seu período. Fazer mais disciplinas do que lhe é exigido não é uma boa ideia, pois você terá seu desempenho comprometido em todas elas.

  1. Motivação.

Procure distribuir os períodos dedicados a cada disciplina de forma inteligente. Por exemplo, evite estudar no mesmo dia todas as disciplinas que envolvam cálculos. O mesmo vale para aquelas disciplinas que exigem muita leitura. Se você souber distribuir suas disciplinas de forma a estudar um pouco de cada durante o seu período de estudos, seu aprendizado será mais fácil e menos maçante.

  1. Não deixe dúvidas para trás.

Quando você não entender algum conteúdo, ou ficar com alguma dúvida, procure os professores ou tutores do seu curso para ajudar a esclarecer. Informe-se sobre os horários de atendimento da sua faculdade.

  1. Ambiente de estudos.

É muito importante estudar num ambiente apropriado, com boa iluminação e livre de distrações e ruídos. Na verdade, isso é essencial para ter uma boa concentração e aprender melhor o conteúdo.

  1. Não deixe para a última hora.

Cursos online dependem do acesso à internet e imprevistos (como a indisponibilidade da internet) podem acontecer a qualquer momento. Inclusive quando você precisa postar um trabalho em sua plataforma de ensino. Além disso, com tempo de sobra, você terá mais condições de fazer um trabalho mais bem feito e conquistar uma nota melhor. Portanto, evite concluir trabalhos de última hora.

  1. Pesquise além do que foi pedido pelo professor.

Qualquer estudante que se leva a sério sabe que é essencial buscar mais informações para complementar o material disponibilizado pela faculdade. Afinal, seu intuito é (ou deveria ser) o aprimoramento dos seus conhecimentos. Portanto, não se limite ao que foi indicado pelo professor.

  1. Seja independente.

A educação a distância exige que o aluno seja disciplinado e independente. Ter capacidade de iniciativa, sem a necessidade de um professor cobrando o seu trabalho é fundamental. Portanto, cultive seu senso de responsabilidade para estudar e cumprir todas as tarefas previstas no curso.

VEJA TAMBÉM: Por que levar a vida de estudante a sério?

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.