Educação a distância: facilidade para alunos do interior

Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Educação a distância: facilidade para alunos do interior

13 de junho de 2013

Compartilhe esta notícia:

Ensino a distância: facilidade para alunos do interiorPara fugir dos horários limitados por cursos presenciais e encontrar a flexibilidade necessária para os estudos, cada vez mais alunos investem na educação a distância. Essa ação gerou o crescimento da oferta de cursos na modalidade a distância, que vem democratizando o acesso às especializações.

De acordo com relatório elaborado pela Associação Brasileira de Ensino a Distância (Abed)  e o Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais (Inep), em 2011 foram 992.927 mil matrículas, o que representa 14,6% alunos de pós-graduação.

Outro dado importante apresentado pelo levantamento é que a educação a distância vem sendo uma alternativa para cidades do interior do país sem faculdades públicas ou privadas. Para o coordenador da Associação Brasileira de Educação a Distância em Pernambuco, Alex Sandro Gomes, a penetração da internet em cidades do interior vem facilitando o acesso aos cursos. “Estamos trabalhando em parceria com o MEC e órgãos que lidam com formação para melhorar ainda mais o acesso”, pontuou Gomes.

Hoje, 70% dos estudantes de ensino a distância estudam e trabalham, segundo o último censo da Abed. Em sua maioria são mulheres, entre 24 e 28 anos, moram no interior e procuram cursos na área de educação e administração.

Educação a Distância    

Em 2012, durante o  IX Congresso Brasileiro de Educação Superior a Distância, foi elaborado um documento que sintetizou as demandas do setor e a importância da modalidade a distância para a democratização do acesso à especialização.  Entre os tópicos, estavam a cobrança de subsídios do governo para pesquisas, mais apoio para criação de novos cursos e a promoção da discussão sobre a cidadania, atrelada ao ensino a distância.

O documento apresentou dados do censo da Abed, informando que a maioria das matrículas acontecem em instituições privadas. De acordo com o levantamento, são 60,5% em faculdades com fins lucrativos e 14,5% em instituições filantrópicas. As universidades públicas ficam apenas com 15% do total, sendo 8% em federais e 7% em públicas estaduais.

O número é baixo quando comparado com países onde a educação a distância já está estabelecida, como é o caso dos Estados Unidos, Alemanha e Canadá. No ano passado, das 56 universidades canadenses, 53 possuíam cursos a distância. As respeitadas instituições norte-americanas Harvard, Princenton, Berkeley e Stanford oferecem cursos para alunos do mundo inteiro.  “O EAD para um país de tamanho continental como o nosso é imprescindível”, justifica Alex Sandro Gomes, professor do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco.

Conheça os cursos de Pós-Graduação a Distância oferecidos pelo wPós. São cursos nas mais diversas áreas de atuação que capacitam o profissional para atender as demandas do mercado de trabalho.

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.