Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Entrevista de emprego: como falar de suas fraquezas e defeitos.

9 de março de 2017

Compartilhe esta notícia:

Qual a melhor forma de falar sobre suas fraquezas durante uma entrevista de emprego? É importante tomar cuidado, pois você não quer que o recrutador pense que você não é a melhor escolha para o cargo, não é mesmo?

Há diversas maneiras de responder a essa temida pergunta, comum em entrevistas de emprego: Qual o seu maior defeito/fraqueza? Você pode mencionar inabilidades que não são um problema para o cargo pretendido, ou comentar sobre competências com as quais tinha dificuldade mas conseguiu aprimorar com o tempo, por exemplo.

Outra boa dica é fazer do limão uma limonada. Nada de tentar as respostas clichês que nada mais são do que autoelogios disfarçados: “sou perfeccionista” ou “não consigo me desligar do trabalho”. Elas chegam a soar ridículas para os recrutadores. Melhor então procurar refletir antes sobre o tema num exercício de autoconhecimento para estar preparado para responder de forma sincera sem se prejudicar. Você ainda pode aproveitar a chance para trazer à tona outras qualidades, competências e habilidades como colaborador. Uma boa estratégia é concluir sua resposta comentando sobre competências que você melhorou em sua última colocação profissional de forma a mostrar ao recrutador sua capacidade de aprimoramento quando necessário. mas tenha cuidado para não sair demais do tópico e certifique-se que essa competência não seja determinante para o cargo para o qual você está sendo entrevistado, pois, mesmo que esteja falando de uma melhoria alcançada, você não quer que sua adequação para a função seja questionada.

É importante também estar preparado e conhecer as competências esperadas do profissional que ocupará o cargo, bem como, a cultura da instituição. Desta forma, você poderá ter em mente uma resposta sincera sobre alguma fraqueza que não seja essencial para o seu sucesso na função. Por exemplo: se a vaga é para enfermeiro, você pode responder que não costuma se sair bem em ministrar palestras para grandes audiências.

Lembre-se que a pergunta diz respeito a aspectos de sua vida profissional. A não ser que o recrutador seja específico pedindo que você fale de um problema pessoal, sua resposta deve ser relacionada a questões no ambiente corporativo. Suas falhas em sua vida pessoal não interessam (ou não deveriam interessar) ao recrutador.

VEJA TAMBÉM: 5 clichês que podem causar má impressão numa entrevista de emprego.

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.