Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Formação política dos jornalistas brasileiros é fraca, aponta estudo

5 de julho de 2013

Compartilhe esta notícia:

Formação política dos jornalistas brasileiros é fraca, aponta estudoEstudo feito pela professora e coordenadora do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho (CPCT), Roseli Fígaro, apontou que, nos últimos anos, muitas coisas mudaram na profissão do jornalista. Entre elas, a formação política e a postura crítica foram prejudicadas. “Os profissionais de imprensa são majoritariamente não sindicalizados, de formação política débil e com pouca capacidade de análise”, justificou a pesquisadora.

A pesquisa completa, que começou a ser feita em 2010, será lançada no mês de agosto. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) revelou que as conclusões qualitativas da pesquisa foram as que mais espantaram. Em resumo, apontam para formação humanística fraca e foco muito claro na técnica por parte dos profissionais. De acordo com a pesquisadora, o que mais chocou foi o depoimento de uma das entrevistadas ao dizer que o curso de jornalismo não poderia ensinar nada mais do que a empresa já tinha feito.

O estudo aponta ainda para baixa presença do debate do jornalista enquanto profissional nas universidades. “O jornalista poucas vezes se pensa enquanto trabalhador, ele é o super-herói, o salvador da pátria. Acho que o maior crédito da pesquisa é provocar essa discussão. A classe dos jornalistas está trabalhando muito e não está olhando direito para essas questões tão fundamentais”, afirma Roseli.

A pesquisa mostra que existe ainda precarização das condições de trabalho e pouco engajamento político. “Acredito que isso se dê pela atual situação de empregabilidade e pela precarização desses laços, que tornam a questão da sindicalização e da organização muito frágeis”, explica Roseli.

O estudo ouviu 538 jornalistas no estado de São Paulo por meio de quatro tipos de amostra: profissionais abordados por redes sociais (principalmente via e-mail), profissionais do Sindicato dos Jornalistas, colaboradores contratados por grande empresa editorial e freelancers.

Conheça os cursos de Pós-Graduação a Distância em Comunicação Social do wPós, com destaque para o curso de Pós-Graduação a Distância em Jornalismo Político. O curso objetiva oferecer elementos teóricos e estudos de caso, fomentando o debate, oferecendo ferramentas, já aferidas, no propósito de tornar mais especializado o profissional de comunicação acerca da área escolhida.

Fonte: Comunique-se

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.