Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

A importância da Psicologia Infantil nos dias atuais

27 de agosto de 2018

Compartilhe esta notícia:

A psicologia é um estudo bastante amplo sobre o comportamento humano, contudo, ela também é muito aplicada na educação, principalmente, no estudo do comportamento infantil. Isso porque é nessa fase que se dá o desenvolvimento das características nas pessoas.

E, o nosso artigo de hoje vai abordar sobre a importância da Psicologia Infantil nos dias atuais.  Mas, antes de irmos direto ao ponto, que tal conhecer um pouco melhor dessa área e o que ela pode ajudar também na educação. Vamos lá?

 

Por que é tão importante a Psicologia Infantil?

Você deve estar se perguntando por que esse tema sempre está em voga e por que ela é tão importante nos dias atuais, não é mesmo?

Bom, é na fase da infância e da adolescência que o caráter está em processo de formação e ele impactará diretamente nas qualidades do adulto que ele se formará. Ou seja, é aí que entra o papel da Psicologia para o acompanhamento do desenvolvimento dessa criança é fundamental para que ela se torne uma pessoa de bem.  Nesse momento, é necessário projetar todas essas questões para futuro.

 

Bullying é cada vez mais recorrente

No Brasil, aproximadamente um em cada dez estudantes é vítima frequente de bullying nas escolas. O dado faz parte do terceiro volume do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2015, dedicado ao bem-estar dos estudantes.

O assunto é sério e leva a consequências mais sérias ainda. O termo da língua inglesa é utilizado para descrever atos de intimidação, violência física ou psicológica, de forma intencional e repetida e praticadas por uma pessoa ou um grupo de pessoas.

 

Qual o papel da família contra esse tipo de comportamento?

Diante do cenário, discute-se muito o papel das famílias e das escolas na prevenção deste tipo de violência. Quais os profissionais devem estar envolvidos?

No espaço escolar, quando não ocorre uma efetiva intervenção contra o bullying, o ambiente fica contaminado e os alunos, sem exceção, são afetados negativamente, experimentando sentimentos de medo e ansiedade.

O resultado tende a ser o desenvolvimento de adultos inseguros e negativos e, em outros casos, agressivos e inconsequentes.

 

Como detectar o bullying?

As mudanças mais comuns que se pode ver em uma criança/adolescente que está sofrendo bullying são:

  • Mudanças de comportamento
  • Ansiedade
  • Tristeza
  • Irritabilidade
  • Apatia
  • Insônia

Sono com pesadelos, verbalização de culpas, comportamentos de fuga, perda de autocontrole, choro frequente, recusa em ir à escola, queda brusca do rendimento escolar, dor de cabeça, de barriga, vontade de vomitar. A falta de vontade de participar de excursões ou atividades da escola e a falta de relacionamento com seus colegas.

 

Com quais profissionais contar?

O combate a esta violência, tanto para cessar os violentadores, como para acolher os violentados, necessita de profissionais devidamente qualificados para lidar com o psicológico e com todas as cargas emocionais dos envolvidos.

O psicólogo escolar, infantil e o psicopedagogo são uns dos principais responsáveis por promover a saúde mental destas crianças. Tais comportamentos repetidos tendem a construir verdadeiros traumas que vão se manisfestar de diversas formas durante toda a vida. O acompanhamento psicológico, neste sentido, é mais do que uma opção, é essencial.

Um profissional qualificado poderá identificar as necessidades ocultas da criança/adolescente. Ainda, poderá com ela, desenvolver seus conhecimentos e habilidades, suas atitudes, seus valores e suas perspectivas de vida.

O importante é que a sociedade como um todo dê atenção para esta demanda e conte com o auxílio destes profissionais. Tudo isso pela construção de relacionamentos mais harmoniosos nas escolas e na vida – contra o bullying e a favor do desenvolvimento de seres humanos sadios.

 

 

Leia também: Psicologia da Educação: a importância da disciplina para quem quer ser professor

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.