Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Novo recorde de produção de petróleo alavanca mercado de trabalho

16 de outubro de 2014

Compartilhe esta notícia:

[tweetable alt=””]O setor de Petróleo e Gás brasileiro tem o que comemorar[/tweetable]. De acordo com a Petrobras, no mês de setembro, a estatal obteve mais um recorde de produção. Segundo a empresa, foi produzida uma média de 2,23 milhões de barris de óleo no país. O volume é 0,3% maior do que o de agosto, que já havia sido recorde.

O resultado foi motivado, principalmente, pelo aumento da produção das plataformas P-55 e P-62, no campo de Roncador – Bacia de Campos -, e Cidade de Paraty, no campo de Lula Nordeste – Bacia de Santos. Cinco novos poços de produção marítima iniciaram operações nas duas bacias.

Com a produção apenas em campos do pré-sal, o volume médio diário chegou a 532 mil barris. O volume produzido em 18 de setembro, de 618 mil barris, foi um recorde na exploração diária da estatal, na camada pré-sal.

Já a produção de gás natural da Petrobras, chegou a 80,13 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), considerando-se a produção operada pela estatal para empresas parceiras. A produção de petróleo e gás no Brasil e no exterior – exploração total – foi 2,8 milhões de barris de óleo equivalente.

Mercado de trabalho

[tweetable alt=””]A Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) prevê a geração de 2 milhões de empregos no setor petrolífero até 2020[/tweetable]. Ainda, de acordo com o estudo da Onip realizado há dois anos, a área já movimenta cerca de 420 mil empregos.

“Em geral os engenheiros de petróleo não têm dificuldade de conseguir emprego. A contratação é grande, o mercado está em ascensão e há uma carência de profissionais”, diz engenheiro de petróleo da Petrobras, Marcelo Salomão, de 54 anos.

A engenharia de petróleo ganha destaque até mesmo entre as demais engenharias, que voltaram a ter o mercado muito aquecido.  Ainda, segundo Marcelo Salomão, a tendência é de crescimento para os próximos anos porque os processos de descobertas das bacias sedimentares, de onde é possível extrair o petróleo, e construção de poços e plataformas são caros e demorados. E a presença dos engenheiros é fundamental em todas as etapas do trabalho.

Aproveite a positividade do mercado e faça um curso de [tweetable alt=””]Pós-Graduação a Distância em Petróleo e Gás[/tweetable]. A AVM Faculdade Integrada oferece 10 cursos na área em perfeita sintonia com o perfil do profissional que as empresas procuram. Confira!

 

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.