Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Os 5 passos da criatividade e inovação

25 de outubro de 2017

Compartilhe esta notícia:

Bom, na verdade, para inovar, não precisamos criar coisas novas, e sim reinventar novos conceitos a partir do que já temos. A invenção deixa de ser invenção e passa a se tornar inovação a partir do momento que ela passa a ser incorporada e utilizada. Para FINEP (2011), a inovação está associada à introdução exitosa de processos, produtos ou serviços no mercado e ela não precisa necessariamente ser inédita no mercado, mas, sim, deve apresentar uma nova forma de aplicação, utilidade, manejo, dentre outras.

Importante compreender que:

-Inovação é diferente de invenção!
-Nem toda invenção se transforma em inovação.
-Pode-se inventar sem inovar!
-Pode-se inventar e, posteriormente, inovar!
-Pode-se não inventar e Inovar!

Os americanos costumam ser constantemente lembrados como referência em inovação, entretanto, para Linkner (2014), até mesmo os EUA passaram por um período por ele definido como vácuo de criatividade, nos anos 90.

Linkner (2014, p. 18) nos explica que entre a necessidade de criatividade e a capacidade de criar existe uma espécie de vácuo e esse vácuo determinará o potencial econômico de cada indivíduo e organização nos anos futuros. O autor ainda ressalta que a sobrevivência das organizações está na capacidade de lidar com esse vácuo ou escassez de criatividade e, a partir dela, planejar crescer na carreira e destacar a organização para o futuro.

Vejamos como o autor divide em cinco passos da criatividade e inovação para um comportamento empreendedor criativo e inovador:

1º Passo – Pergunte:
O primeiro passo é identificar e definir claramente o desafio criativo específico (qualquer que seja o tamanho).

2º Passo – Prepare:
Em seguida, teremos que nos certificar de que estamos prontos para cumprir o desafio identificado.

3º Passo – Descubra:
Na fase “descubra”, explore cada caminho que possa levá-lo ou a sua organização para ideias inovadoras e criativas.

4º Passo – Ligue:
Faça todas essas informações se conectarem e criar forma.

5º Passo – Ação:
Esse é o passo final para transformar as melhores ideias criativas em realidade. Ela tem que existir!

Temos a constante necessidade de inovar para sobreviver no mundo corporativo e competitivo das organizações e, em especial, nos dias atuais da disrupção tecnológica, voltamos nossas reflexões para o empreendedorismo.

O ato de empreender, pela sua natureza dinâmica e abrangente, influencia e é diretamente e dinamicamente influenciado pela economia e a economia é instável e, por diversas vezes, surpreende de forma fatal pequenos investidores e empreendedores.

A necessidade de proteção organizacional é a constante preocupação de empreendedores dos mais diversos setores e a inovação vem sendo uma poderosa aliada para a sustentabilidade dos negócios. Mas não basta apenas ser criativo e estar em um ambiente criativo, rodeado de pessoas criativas, é necessário significar para a equipe e implantar como processo e cultura dentro da organização a criatividade e inovação.

 

TEXTO: www.administradores.com.br

LEIA TAMBÉM:

Qual é o seu tipo de inteligência? Descubra os 9 perfis

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.