Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Quer manter seu trabalho vivo? Acompanhe as evoluções do mercado!

12 de abril de 2016

Compartilhe esta notícia:

Em tempos onde a tecnologia interfere, positiva ou negativamente, em todos os processos de produção e que a economia compartilhada subverte modelos de negócios consagrados, um sentimento de assombro aflige profissionais e empresas. Será que antigos serviços estão ficando obsoletos?

A má notícia: sim, você alguns serviços estão ficando obsoletos. A boa notícia: ainda é possível virar o jogo e fazer da tecnologia sua aliada.

Novos negócios sempre substituíram os velhos. Acontece que, de uns tempos para cá, isso vem acontecendo de maneira muito mais rápida. A justificativa é que indivíduos que eram antigos clientes passam a ser concorrentes de empresas centenárias da noite para o dia. Aquilo que levou anos e consumiu fortunas para ser construído pode ser substituído por alguém com uma mente aberta para os negócios, muita vontade de trabalhar, inteligência e, quem sabe, a tecnologia correta para ser aplicada.

Como sobreviver a isso? Descobrindo onde está o seu valo e o do seu negócio.

Negócios consolidados e bem-sucedidos não perdem seu valor de repente. Entretanto, ao mesmo tempo em que estar em uma posição de liderança de mercado pode ser bom para os negócios, pode esconder um terrível risco de miopia empresarial: não ver as mudanças se aproximando rapidamente.

Esse é o raciocínio que deve permear a cabeça dos gestores de qualquer negócio moderno. De nada adianta continuar fazendo o que se faz há décadas, se alguém estiver fazendo a mesma coisa tão bem quanto (ou melhor) que você, e de uma maneira mais inteligente. Pior que isso: talvez o seu negócio esteja até sendo oferecido de graça por outras empresas que o tenham como um subproduto de sua atividade principal, ou apenas como parte de um modelo de negócios mais amplo.

Uma dica: Pare de se achar o senhor da razão ou detentor de algum direito adquirido! Preste atenção aos movimentos do mercado, seus novos concorrentes, o que e como oferecem e, principalmente, ouça detalhadamente o que o público tem a dizer.

A única coisa que não pode acontecer é querer continuar fazendo tudo do mesmo jeito e esperar que as pessoas continuem pagando por seu produto ou serviço por causa da sua tradição, ou sua marca consagrada. A fidelidade morreu! É preciso dar um novo significado ao seu negócio e reencontrar seu público. Caso contrário, ele rumará melancolicamente ao seu fim, à sua obsolescência.

Baixe o nosso e-book “Pensando fora da caixa – Como fazer da crise sua oportunidade”

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.