Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Site ajudará professores a ensinar português para estrangeiros

21 de agosto de 2013

Compartilhe esta notícia:

Site ajudará professores a ensinar português para estrangeirosO Instituto Internacional da Língua Portuguesa informou que os docentes que ensinam a língua portuguesa para estrangeiros terão uma nova ferramenta de auxílio. Segundo o Instituto, deve ser lançado, ainda neste semestre, o Portal do Professor Português Língua Estrangeira (PPPLE). O site trará recursos pedagógicos para o docente usar em sala de aula e nas tarefas com os alunos.

O projeto está em desenvolvimento a cerca de um ano e reuniu especialistas para discutir e analisar as propostas didáticas enviadas por professores de países falantes do português (Angola, Brasil, Moçambique e Portugal).

O site será para uso aberto, sem custos, e disponibilizará conteúdo on-line de ensino e banco de atividades nas diversas variáveis do idioma e poderá ser enriquecido por usuários (como acontece com o Wikipedia). Atualmente, só duas vertentes do português são ensinadas a estrangeiros: a variável lusitana (a cargo do Instituto Camões) e a variável brasileira (a cargo dos centros culturais brasileiros).

De acordo com o diretor do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, Gilvan Müller de Oliveira, a plataforma permite “um trânsito cosmopolita para o aprendizado”. Segundo ele, o portal foi elaborado “em ambiente de cooperação multilateral, em que os diferentes países trabalham com a mesma metodologia, com cada uma expressando a sua variedade nacional da norma do português e suas variedades culturais”, explicou.

Müller acredita que a participação conjunta na elaboração do portal “potencializa as bases geográficas da língua e inclui novos agentes na promoção do português. Isso permite, por exemplo, que um sul-africano interessado em aprender português possa estudar com unidades preparadas por professores de Angola e Moçambique e não necessariamente do Brasil ou de Portugal”, comentou.

Para a presidente da Sociedade Internacional de Português Língua Estrangeira (Siple), Edleise Mendes, entre os países “há diferenças de abordagem, de metodologia e de tradição de ensino”. Ela avalia que a diversidade do portal vai impactar no desenvolvimento dos materiais e permitir ensino com material bem elaborado.

A expectativa dos organizadores é apresentar o portal na 2ª Conferência sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial, que ocorrerá no final de outubro em Lisboa, junto com o Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa, previsto no Acordo Ortográfico de 1990 e também a cargo do instituto internacional, de acordo com o chamado Plano de Ação de Brasília para a Promoção, a Difusão e a Projeção da Língua (2010).

Seja um profissional especializado. Conheça os cursos de Pós-Graduação a Distância em Língua Portuguesa do wPós. Os cursos têm como objetivo capacitar o profissional para atender as demandas e desempenhar as funções nos diversos campos do setor.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.