Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Sua Inteligência pode afetar sua carreira

29 de setembro de 2015

Compartilhe esta notícia:

A teoria das Inteligências múltiplas foi desenvolvida pelo pesquisador e psicólogo norte-americano Howard Gardner. Depois de muitos anos de pesquisa sobre a [tweetable alt=””]Inteligência Humana[/tweetable], Gardner descobriu que existem mais tipos de inteligências do que apenas a tradicionalmente avaliada por testes de QI.

Embora seja comum no meio acadêmico quantificar a inteligência por meio de testes de QI e outros tipos de avaliações pedagógicas, Gardner afirma que as inteligências não são objetos que possam ser quantificados, e sim potenciais que podem ser desenvolvidos ou não. Elas se apresentam de duas formas, algumas pessoas já nascem com determinadas inteligências, ou seja, a genética se encarrega disso ou as experiências vividas contribuem para o desenvolvimento de determinadas inteligências.

As inteligências

De acordo com a teoria de Gardner, existem 8 tipos de inteligência, são elas:

  • Lógico-matemático

Voltada para conclusões baseadas em dados numéricos e na razão. As pessoas com esta inteligência possuem facilidade em explicar as coisas utilizando-se de fórmulas e números. Costumam fazer contas de cabeça rapidamente.

  • Linguística

Capacidade elevada de utilizar a língua para comunicação e expressão. Os indivíduos com esta inteligência desenvolvida são ótimos oradores e comunicadores, além de possuírem grande capacidade de aprendizado de idiomas. É predominante em poetas, escritores, e linguistas.

  • Musical

Identificável pela habilidade para compor e executar padrões musicais, executando pedaços de ouvido, em termos de ritmo e timbre, mas também os escutando e discernindo-os. Pode estar associada a outras inteligências, como a linguística, espacial ou corporal-cinestésica. É predominante em compositores, maestros, músicos, críticos de música.

  • Interpessoal

Expressa pela habilidade de entender as intenções, motivações e desejos dos outros. Indivíduos com esta inteligência conseguem facilmente identificar a personalidade das outras pessoas. Costumam ser ótimos líderes e atuam com facilidade em trabalhos em equipe.

  • Intrapessoal

Expressa na capacidade de se conhecer, é a mais rara inteligência sob domínio do ser humano, pois está ligada a capacidade de neutralização dos vícios, entendimento de crenças, limites, preocupações, estilo de vida profissional, autocontrole e domínio dos causadores de estresse, entre outros diversos comandos de vida que permite a pessoa identificar hábitos inconscientes e transformá-los em atitudes conscientes.

  • Corporal-cinestésica

Traduz-se na maior capacidade de controlar e orquestrar movimentos do corpo. É predominante entre atores e aqueles que praticam a dança ou os esportes. Um campeão de ginástica olímpica ou um dançarino famoso, com certeza, possuem esta inteligência bem desenvolvida.

  • Naturalista

Voltada para a análise e compreensão dos fenômenos da natureza (físicos, climáticos, astronômicos, químicos). Traduz-se na sensibilidade para compreender e organizar os objetos, fenômenos e padrões da natureza, como reconhecer e classificar plantas, animais, minerais, incluindo rochas e gramíneas e toda a variedade de fauna, flora, meio-ambiente e seus componentes. É característica de biólogos, geólogos mateiros, por exemplo.

  • Espacial

Se expressa pela capacidade de compreender o mundo visual com precisão, permitindo transformar, modificar percepções e recriar experiências visuais até mesmo sem estímulos físicos.

É predominante em arquitetos, artistas, escultores, cartógrafos, geógrafos, navegadores e jogadores de xadrez.

A importância delas para se guiar no mercado de trabalho

Os alunos, no Brasil, em sua maioria, não recebem das escolas o apoio e ajuda na hora de escolher a carreira profissional mais adequada ao seu perfil. Surpreendentemente, o problema não se restringe apenas ao ensino médio. Muitas vezes, já na faculdade, os alunos entram perdidos e saem mais perdidos em busca de um espaço no mercado de trabalho.

O coordenador do Curso de MBA em Desenvolvimento Profissional e MBA em Gestão de Pessoas da AVM Faculdade Integrada, Evandro Lepletier acredita que ‘’na medida em que conhecemos os tipos de inteligências que mais nos favorecem, também abrimos um campo mais fértil para nossas escolhas profissionais, afinal, existem aptidões que demandam mais ou menos esforços de um indivíduo em relação a determinadas tarefas que compõem uma carreira profissional’’, justifica.

De acordo com Evandro, é possível ter [tweetable alt=””]sucesso na carreira[/tweetable] escolhida mesmo que esta não esteja relacionada ao tipo de inteligência da pessoa. “Nesse campo, o que difere uma pessoa da outra é a maneira de utilizar suas inteligências no mercado de trabalho, ou seja, não podemos atribuir um outro tipo de inteligência somente como característica inata, já que é totalmente possível desenvolvermos novos comportamentos e habilidades”, explica. ‘’Conheci pessoas com altas combinações lógico-matemática e linguístico-verbal que eram ótimos professores ou advogados. Conheci publicitários e decoradores com inteligência vísuo-espacial aguçada. Eram pessoas motivadas profissionalmente e que se destacaram em suas profissões por fazer algo com maior qualidade em um menor tempo’’, afirma o professor.

O fato de conhecermos as inteligências que mais dominamos, irá direcionar a nossa carreira para profissões e/ou cargos onde desenvolveremos nossas funções com mais qualidade e maestria, sendo assim, mais reconhecidos e melhor remunerados por nossas funções desempenhadas.  Esse é o sonho de todo profissional.

Para os profissionais que já escolherem suas profissões, mas desejam desenvolver novas aptidões e outras inteligências, os cursos de especialização são uma ótima maneira de aprimorar as inteligências. O curso de MBA em Desenvolvimento Profissional da AVM Faculdade Integrada aborda o tema inteligências múltiplas e temas correlatos como: coaching, mentoring e desenvolvimento profissional; negociação ganha-ganha; marketing pessoal; comunicação pessoal; dentre outras disciplinas que ajudam o profissional a se especializar no tema e reposicionar-se no mercado de trabalho.

E você? Já sabe [tweetable alt=””]qual a sua inteligência dominante?[/tweetable] Descubra fazendo o TESTE elaborado pelo coordenador do curso de MBA em Gestão de Pessoas, Evandro Lepletier. 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.