Opa, pensando em se especializar?
Conheça os nossos mais de 900 cursos de Pós-Graduação EAD.

Conheça os cursos
Fale com um consultor

Você está estagnado? Descubra como crescer na carreira

7 de janeiro de 2019

Compartilhe esta notícia:

É muito comum encontrarmos profissionais há anos na mesma empresa, ou mesmo, pulando de empresa a empresa, mas sem evoluções de patamar. E aí fica a pergunta: o que falta para que o profissional cresça em sua área de atuação?

Bom, se esse também é seu caso, acompanhe as dicas valiosíssimas que preparamos para que você saia da zona de conforto e dê uma guinada na sua carreira. Confira algumas perguntas chaves e anote as respostas. Vamos lá?

 

Estou na área correta?

O primeiro ponto a ser considerado é: o profissional está na área de atuação correta? Em início de carreira, a maioria das pessoas vive uma série de dúvidas sobre em que focar, para que direção caminhar ou no que investir. O problema é quando essas mesmas pessoas silenciam as dúvidas diante de um emprego estável.

Mantenha as dúvidas contigo e se pergunte se há algo para ser movimentado no seu dia a dia profissional. Talvez você nem precise mudar de emprego, mas já tenha identificado uma outra função que te interesse no local em que trabalha.

Ou, ainda, já tenha identificado que você possui outros conhecimentos que poderiam agregar à sua empresa atual, mas, que ainda não são aproveitados.  Talvez você nem tenha os conhecimentos necessários para uma mudança radical, mas tenha a afinidade com outro setor próximo e poderia se qualificar através de um curso de Pós-Graduação.

 

Eu estou no local certo dando o melhor de mim?

Ao se situar, talvez seja o momento de conversar com seus gestores, ou para se oferecer para novos desafios, ou para consultá-los sobre o que você poderia fazer a mais pela empresa a fim de evoluir profissionalmente.

Peça feedbacks e, caso haja abertura, dê os seus feedbacks também sobre a forma como você percebe a organização, o que poderia ser melhorado etc.

 

É a hora de procurar um novo emprego?

Mas, talvez, você também chegue à conclusão de que deve procurar um novo emprego. Neste caso, é hora de dar aquela revisitada no seu currículo e, nos tempos atuais, uma boa atualizada em seu LinkedIn.

Seja crítico com a forma como apresenta suas qualificações. Pense que você está lendo uma ficha de uma pessoa desconhecida e tudo o que você consegue saber dela se encontra naquele documento. E aí, você a contrataria?

Currículos devem ir além de títulos e cargos, devem contar como você contribuiu para cada negócio em que atuou. Por que foi um bom profissional para aquela empresa? Detalhe suas experiências com autenticidade.

E lembre-se: o motivo que o levou à busca de um novo emprego envolve realização e crescimento profissional, por isso, não adianta sair mandando currículo para qualquer oportunidade disponível. É uma via de mão dupla: a empresa te escolhe, mas você deve escolhê-la também.

 

Será que tenho perfil empreendedor?

Ainda, talvez você identifique um empreendedor dentro si com um super negócio para emplacar. Neste caso, prepare-se: há muito trabalho por vir. A não ser que você já tenha dinheiro suficiente reservado, o ideal é que você faça essa migração aos poucos.

O que significa trabalhar com o seu negócio aos finais de semana e depois do expediente. Você pode participar de cursos para compreender melhor o universo dos microempreendedores e se qualificar com responsabilidade.

 

É hora de me qualificar?

Em todos os casos, uma coisa é certa: a sua qualificação é determinante para o seu sucesso ou fracasso nessas futuras empreitadas. Esta é a hora de ser realista e sonhar com o pé no chão.

A posição que deseja alcançar é possível para os conhecimentos que você tem hoje? Esta é uma resposta que não pode ser só sua. Algumas pessoas possuem uma visão distorcida de si mesmo. Mas, no quesito profissional, não adianta o quanto você aposte em si mesmo, se ninguém mais aposta em você também.

Você pode se ver como um líder, mas se ninguém o respeita dessa forma, não será possível exercer a liderança. Você pode se dizer extremamente competente, mas se todos os seus colegas de trabalho dizem o contrário, é bem possível que você esteja equivocado.

Encarando os fatos como são, qualifique-se verdadeiramente para o seu objetivo definido. Encare o “não saber” e se abra para novos conhecimentos. Peça feedbacks constantemente. Os resultados desse esforço é o que esperamos que nos conte futuramente. 😉

 

LEIA TAMBÉM: Você está preparado para as novas profissões que podem mudar o mercado?

 

 

Compartilhe esta notícia:

Precisa de mais informações?

Preencha seus dados que um consultor irá entrar em contato com você

Assine nossa newsletter

Junte-se às mais de 80 mil pessoas que receberam nossas novidade sobre pós-graduação a distância por email.